Escolha sempre Jesus



Relacionamentos são complicados sejam eles de qualquer espécie e desenvolvidos em qualquer nível.
A gente se entrega demais ou de menos.
A gente tem medo também. Tem medo de imaginar que pode dar certo e resultar numa amizade bonita ou num casamento duradouro. Tem medo de sofrer, tem medo de se entregar por alguém, tem medo de consequências e tem medo do futuro.
A gente sempre tem dúvida sobre a nossa suficiência. Não sabemos se o outro envolvido está contente e sentindo-se realizado e por essa razão, quase sempre questionamos a felicidade que proporcionamos ou deveríamos proporcionar.
A gente faz escolhas, mas no fundo, morre de medo do poder certeiro de cada uma delas.
E na maioria das vezes, a gente foge disso tudo. É isso mesmo que você leu, pura fuga. Fugir para não correr riscos de se entregar por alguém ou para alguém.

Tenho pensado nisso nesses últimos dias e depois de analisar o comportamento de algumas pessoas e o meu também, cheguei em alguns pontos que gostaria de compartilhar.

Não importam quantas vezes você fuja, corra, cave um buraco e se esconda; o relacionamento que Jesus quer ter com você estará sempre denunciado em sua vida e no mundo ao seu redor. Ele estará sempre pronto para se relacionar com você, independente do seu medo de se entregar para ele.

A grande diferença de nosso relacionamento humano e o relacionamento com Deus é que ele sabe exatamente o que esperar de nós e isso se resume normalmente em pouca coisa. Ele conhece cada uma de nossas dificuldades porque esteve presente durante a formação de cada uma delas e mais importante do que conhecer, ele respeita. Nunca pressiona ou vai além do que podemos suportar, antes, expõem afim de tratar de uma vez por todas.

No relacionamento com Jesus, você pode se entregar sem reservas. Aliás, quanto mais você se entregar, melhor é. Com ele, não precisa temer nada, nem mesmo os seus medos mais secretos relacionados ao outro, porque "o outro" em questão é simplesmente perfeito e jamais, repito jamais, te feriria. E a intenção dele é justamente ter uma amizade bonita e um casamento duradouro.

Só não pense que você pode ser suficiente nessa relação, porque não é. Não é e não será. Você falhará por muitas vezes, mas, a melhor parte desse relacionamento é que não importam as vezes que você falhar; o amor dele certamente suprirá suas falhas, a ponto de te convencer a pouco a pouco deixar sua vida de falhas conscientes ou não.

Por isso, se tiver que escolher uma pessoa com quem se relacionar, escolha sempre Jesus. Ele é o único que certamente não te deixará na mão, não te decepcionará, acompanhará seus sonhos e seus planos de como alcançá-los. Como eu disse ali em cima, o relacionamento esta aí pra você, em todos os lugares... E agora só resta saber... E você? Aceita? Sem medo e sem reservas? Prometendo ser fiel até que a morte te una mais ainda com ele? E então... Topa ou não topa?


FONTE: Juventude na Rocha

0 comentários:

Postar um comentário

Apresentação

Sejam bem vindos

Páginas

Ocorreu um erro neste gadget

Visitas

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget