Lady Gaga como Maria Madalena

 

Irreverente, ousada e extremamente extravagante são adjetivos possuidores da cantora norte americana Lady Gaga. Um de seus símbolos marcantes são seus trajes holofotes e também por suas apresentações espetaculosas.
Como se não bastasse tanta informação para uma pessoa só, Gaga passa a chamar a atenção do público com seu tribal-techno inspirado no discípulo de Jesus, “JUDAS Iscariotes”. Ela faz uma crítica de cunho religioso, o que é retratado explicitamente em algumas de suas músicas e clipes, e acaba mostrando uma ligação forte entre ela, Jesus e JUDAS, deixando claro seu envolvimento com o mesmo. Além disso, o dance de Gaga mostra o quanto é profano o clipe onde se inicia com os 12 discípulos, como você nunca viu antes (totalmente futurista) - cruzando a estrada de motocicletas, vestidos com jaquetas de couro envelhecido, personalizado com cada um dos seus nomes. Aparecendo andando atrás de “Jesus” está ninguém menos que GAGA assumindo o papel de Maria Madalena, com um Judas desalinhado não muito atrás.
Em uma entrevista veja o que GAGA diz:
"Eu vou te dizer agora, antes de tudo, eu sou cristã, e minha carreira é uma evidência de Deus em minha vida, e eu acho que a maioria das pessoas já estão pensando que Gaga é a blasfêmia e eles premeditam a abordagem e acho que eles vão ser muito chocado ao descobrir quão grande e realmente inovador a mensagem é e como liberar a mensagem é para todas as razões certas ", disse ela. "E isso realmente vai chocar o mundo." FONTE: http://www.mtv.com/news/articles/1661567/lady-gaga-judas-video.jhtml, acessado no dia 29 de maio de 2011.
De fato não sei se chegou a chocar o mundo, mas conseguiu concerteza chocar a maioria dos cristãos com este clipe. A revista Veja edição 2217 do dia 18 de maio de 2011 fez uma entrevista com a pop e fizeram-lhe a seguinte pergunta: Porque você sempre coloca imagens religiosas em seus clipes?
“Fui criada como católica, mas, quando uso simbolismo católico nos meus vídeos, eles têm mais a ver com minha visão de arte do que com a de religião. Veja o caso de Judas. Ele foi inspirado nos filmes Fellini e nas pinturas de Botticelli. E a letra fala sobre perdoar quem de algum modo fez mal a você - seja ele um ex-namorado ou um marido.”
Isso gera muitas controvérsias, o clipe parece querer chamar mais atenção a quesitos religiosos do que arte e mensagens que transmitam perdão aos que traem.
Veja o vídeo e o que diz alguns trechos da tradução da música: Obs. Comentários em negrito.


                                               

Oh oh oh oh
Eu amo Judas
(Amar o próximo como a si mesmo é o segundo mandamento da bíblia (Mc 12.33), mas de fato nós como seres humanos possuídos de fragilidades e falhas conseguiríamos perdoar aquele que nos tem traído da pior forma possível como aconteceu com Jesus? É difícil perdoar... Mas, perdoamos!).
Quando ele vem a mim, eu estou pronta
Eu lavaria seus pés com meu cabelo se ele quisesse
O perdoaria quando sua língua mentisse para seu cérebro
Mesmo depois de três vezes ele me trair
(Perdoar os nossos semelhantes é algo que necessitamos fazer mesmo que seja durante o dia 70x7 (Mt 18.22), mas você lavaria os pés de seu traidor com os seus cabelos e perdoaria ele mesmo mentindo várias vezes? Quanta hipocrisia em uma só música...)
Eu vou derrubá-lo, derrubá-lo
Um rei sem uma coroa, um rei sem coroa
(No contexto da música é impossível pensar em outro rei sem coroa, o que me leva a pensar em Jesus cristo o único que teve apenas uma coroa de espinhos o qual foi derrubado e açoitado pela sociedade de seu tempo simplesmente por amar eu e você demasiadamente (Mt 27.29).)
Eu sou apenas uma santa tola, oh baby ele é tão cruel
Mas eu ainda amo Judas, baby
(Sem comentários...)
Eu sou apenas uma santa tola, oh baby ele é tão cruel
Mas eu ainda amo Judas, baby
Eu não poderia amar um homem tão puramente
Até mesmo as trevas perdoam-no por sua desonestidade
Eu aprendi que nosso amor é como um tijolo
Você pode construir uma casa ou enterrar um morto
(Parece ser tão romântico e doce ao pronunciar essas palavras... Olha só que paradoxo- as trevas só poderiam mesmo além de perdoar Judas como também abraçá-lo por lá... Uma pessoa que gera a maldade para a luz que não vai...)
“E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e nele não há trevas.” (I João 1:5)
No sentido mais bíblico
Estou além do arrependimento
Prostituta, vagabunda, vadia, vomitam na cabeça dela
Mas no sentido cultural
Estou falando sobre um tempo futuro
Judas me beije se ficou ofendido
Ou use um protetor de ouvidos da próxima vez
(De fato está além do sentido bíblico mesmo; o de sem noção... O que deixa claro o nível altíssimo de profanação e blasfêmia relacionada à pessoa de Jesus).
Eu quero te amar
Mas algo está me puxando para longe de ti
Jesus é minha virtude
Mas Judas é o demônio ao qual me apego
Eu me apego
(O que tem de mais impressionante é que as pessoas têm o conhecimento ou o acesso à tradução de uma música totalmente negativa e ficam deslumbradas com tanta profanação, infelizmente as pessoas idolatram uma mulher fantasmagórica).
Daí tira-se a qualidade da letra e do clipe musical induzindo-nos a trocar o amor verdadeiro de Jesus por Judas, ou seja, o Salvador pelo o traidor.

Alinne Emanuela

0 comentários:

Postar um comentário

Apresentação

Sejam bem vindos

Páginas

Ocorreu um erro neste gadget

Visitas

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget